1962711_748389951896415_3901243929038365960_n

“No começo, eu vou ser sincero, não coloquei muita fé e na segunda aula já me surpreendeu o curso. Foi      demais!!! Pouca teoria e muita prática, então você acaba se envolvendo direto. É muito legal, é uma coisa que    eu amo, de verdade!!!

Este jovem concluiu o curso e foi em busca de uma colocação profissional na área das Tics, visando trabalhar com programação, games ou suporte técnico. Hoje está trabalhando para uma empresa de ponta no setor tecnológico e segundo o ele, foi a partir do curso que as portas desse mercado se abriram.

LUAN R. PIGOSSO, 21 anos 

Paulo Roberto Lerina

“Há alguns anos atrás, nasci novamente. Perdi minha mulher em um acidente de carro e me perdi no abuso de álcool e drogas, acabei morando na rua e vi a morte de perto. Antes, eu me definia como um escritor representante da extrema miserabilidade. Depois de conhecer o Comitê para democratização da Informática de Santa Catarina, através da indicação de um amigo, a minha vida começou ter um novo rumo. Essa oportunidade de frequentar o espaço cidadão, possibilitou não só aperfeiçoar meus conhecimentos e facilitar a execução dos meus livros, como também, de conseguir um trabalho. Hoje, trabalho em uma editora que está editando o meu livro: “A Revolução dos Paulos”. Minha mãe me costumava dizer que para ser príncipe precisa-se primeiro ser sapo. E a princesa que beija o sapo para ele virar príncipe? Essa princesa, dizia ela, chama-se CONHECIMENTO. E pra mim, a palavra de ordem é CAPACITAÇÃO!”

Paulo Roberto Lerina, 61 anos
Rosa Batista de Miranda

“Quando tive contato com o mundo dos cosméticos pela primeira vez era ainda uma jovem vinda do interior, casada, mãe de um menino de 3 anos, com poucas amizades, uma pacata dona de casa. No mundo dos cosméticos, conheci muitas pessoas que hoje, de clientes passaram a fazer parte do hall das minhas amizades. Eu sempre tive vontade de escrever um livro, mas não tinha como pois não entendia nada de computador. Me inscrevi nas aulas de informática do Comitê para Democratização da Informática de Santa Catarina e a partir de um concurso que eles lançaram, produzi um livro com a educadora do curso que me estimulou a continuar escrevendo. E hoje, com muito orgulho, fiz o lançamento do meu primeiro livro!”

Rosa Batista de Miranda, 70 anos
Caue S Geraldo

Participou do curso de montagem e manutenção de computadores oferecido pelo Comitê para Democratização da Informática de Santa Catarina e após a conclusão permaneceu como voluntário durante mais ou menos três meses. Além disso, apresentou o curso para outras pessoas que poderiam se beneficiar do mesmo. Algumas destas pessoas chegaram a participar e também concluir o curso. Posteriormente conseguiu oportunidades no mercado de trabalho dentro de empresas com demanda para área de suporte e manutenção de computadores: A primeira oportunidade foi na TIVIT e a segunda na IBM onde trabalha atualmente.
Cauê atua como Analista de Suporte Pleno V desde março de 2013, prestando suporte remoto para todo Brasil aonde vem se mantendo em destaque no ranking da equipe de atendimento remoto. Continua também prestando serviço de manutenção de computadores de maneira autônoma, conseguindo assim aumentar sua renda mensal.

Caue S Geraldo, 34 anos